#CarrinhoLivre: ampliando o debate sobre a Reforma Tributária

Campanha traz informações sobre possíveis impactos das mudanças propostas no orçamento familiar, principalmente nas compras em supermercado.

Desde o início deste ano um assunto tem tomado os noticiários político e econômico brasileiros: a Reforma Tributária. Contudo, entre tantos apontamentos e sugestões técnicas sobre a simplificação da carga tributária, pouco se sabe ainda na prática sobre os possíveis impactos dessas decisões no orçamento familiar, principalmente nas compras em supermercado.

Por isso, buscando ampliar o diálogo e a transparência entre governo e sociedade, a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcóolicas (ABIR), a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) e a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab) lançaram, em outubro, a campanha #CarrinhoLivre: por uma reforma tributária que respeite a sua liberdade de escolha.

“Apoiamos a Reforma Tributária sim. Há muito tempo, esse é o desejo da população e da classe empresarial. Mas, é fundamental que ela preserve a liberdade de escolha dos brasileiros e não aumente a carga tributária sobre alimentos e bebidas. Afinal, esse setor já possui uma das cargas mais altas da América Latina”, afirma Victor Bicca, presidente da ABIR.

“Além disso, um aumento de preços nos carrinhos de supermercado poderia impactar as vendas e, consequentemente, os empregos de milhões de funcionários dos mais diversos setores da cadeia produtiva, como trabalhadores do campo, indústria, restaurantes, lanchonetes e lojas de bairro. Sem contar, é claro, o bolso de todos os brasileiros”, complementa Bicca.

Segundo a ABIA, as indústrias de alimentos e bebidas processam 58% de toda a produção agropecuária do país e representam o maior setor da indústria de transformação brasileira. Além disso, é um grande gerador de empregos, com 1,9 milhão de postos diretos de trabalho em mais de 38 mil empresas.

Nesse contexto, para trazer mais dados ao debate, o site da campanha #CarrinhoLivre oferece informações e será alimentado com artigos de especialistas de diferentes áreas, como Direito Tributário e Nutrição. O hub de conteúdo apresenta, ainda, uma petição pública para que os cidadãos possam manifestar as vontades individuais.

Pesquisar
Veja também:
5 passos para melhorar a integração dos departamentos da empresa
IBGE: rendimentos de mulheres em 2023 é 20% menor que o dos homens
Nova Indústria Brasil é instrumento moderno e vai fomentar neoindustrial...
Oportunidade Única: PepsiCo Busca Talentos em Home Office