Notícias

Bauducco abre primeira loja fora do país e mira 400 unidades em cinco anos


"A intenção da Pandurata Alimentos, que detém as marcas Bauducco, Visconti e Tommy, é levar a loja que vende panetones o ano todo a países como o Paraguai, Uruguai e Estados Unidos, com um investimento estimado em R$ 15 milhões ao ano. O projeto surgiu a partir da própria demanda destes mercados, que consomem o pão doce natalino tanto quanto o brasileiro.

“O Peru é um dos maiores consumidores per capita de panetones do mundo, junto da Itália e do Brasil, por isso começamos a expansão estrangeira por lá. Além disso, também miramos o mercado norte-americano em até três anos para complementar a fábrica de wafers (biscoitos recheados) que já temos em Miami”, explica Paulo Cardamone, diretor de marketing da Casa Bauducco.

As novas lojas da marca fora do país estão sendo abertas com poucas alterações no cardápio, como os preparos de café e os fornecedores locais de insumos frescos. Todo o restante é importado do Brasil.

“A gente está fazendo uma adaptação nos produtos de cafeteria para a internacionalização, desenvolvidos com um fornecedor peruano de cafés mais intensos e um pouco mais amargos, além de diferentes composições e tamanhos maiores que os brasileiros. O restante é igual, como panetones, biscoitos e torradas produzidos e levados daqui para lá”, completa Cardamone destacando que os peruanos têm o costume de comer fatias de panetone acompanhadas de chocolate quente, enquanto que aqui o hábito maior é com café e cappuccino.

Aberta há sete anos como um espaço conceito da marca, a rede Casa Bauducco já tem 80 unidades em oito estados do país e deve fechar o ano com um faturamento de R$ 100 milhões. A expectativa é chegar ao final de 2020 com mais 30 lojas, entre elas as primeiras da região Norte em Manaus e Belém.

Fonte: Gazeta do Povo