Notícias

Massa é mais nova incursão na revolução da culinária fast-casual


Além disso, não é preciso muito tempo para a preparação, o que abre espaço para uma próxima incursão lógica no movimento dos restaurantes fast-casual de Nova York. Chefs notáveis -- veteranos de restaurantes italianos altamente elogiados -- agora estão servindo versões rápidas com ingredientes de alta qualidade; o mesmo está sendo feito por equipes de outras partes do mundo do serviço rápido.

Para seguir a pista da revolução das massas, basta olhar para os restaurantes finos dos EUA. Em estabelecimentos como o Lilia, de Nova York, o Monteverde, de Chicago, e o Felix Trattoria, de Los Angeles, os consumidores estão desafiando as preocupações com o glúten em favor de deliciosas tigelas mafaldini com pimenta rosa e pesto trofie. A Food Business News noticia que o consumo de massas em todo o mundo aumentou pelo segundo ano consecutivo em 2017.

É claro que alguns empreendedores reconheceriam as margens elevadas oferecidas pelas massas (até mesmo o produto da mais alta qualidade é barato, comparado com a maioria das proteínas) aliadas à sua capacidade de cozimento rápido. O que separa esses lugares, por exemplo, de um Olive Garden ou de um almoço especial em Nova York é que as massas não são pré-cozidas. O que torna o conceito viável para um restaurante fast-casual é que os molhos, sim, podem ser pré-cozidos; na maioria dos casos, a preparação antecipada é uma vantagem.

Fonte: UOL