Notícias

Tomada de crédito em 2016 ficou mais difícil para a indústria, aponta Fiesp


As condições ofertadas em 2016 à indústria de transformação em São Paulo para a tomada de crédito foram piores do que as do ano anterior, segundo dados da pesquisa Rumos Crédito, elaborada pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da  Fiesp e do Ciesp (Depecon). A pesquisa, que ouviu 430 companhias, constatou que 53,5% contrataram, renovaram ou tentaram contratar ou renovar alguma linha de crédito durante o ano, sendo que, desse montante, 11,7% não tiveram crédito aprovado em nenhuma das linhas buscadas, e das que tiveram crédito aprovado, 25,4% conseguiram menos de 60% do valor pretendido. Para saber mais clique aqui.

Clique aqui para ter acesso ao estudo completo.

Fonte: FIESP