Notícias

Venda de marcas da Nestlé e da Garoto avança


As negociações de venda de parte das marcas da Nestlé e da Garoto têm avançado, condição imposta pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para aprovar a fusão das duas.

Em 2004, o conselho vetou a compra da Garoto pela Nestlé, anunciada dois anos antes, sob o argumento de que prejudicava a concorrência no mercado doméstico de chocolates. Desde então, a Nestlé vem recorrendo à Justiça contra a decisão.

No dia 19 de outubro último, o Cade finalmente aprovou um conjunto de diretrizes sigilosas que a Nestlé severá executar, em prazo também confidencial, para cumprimento da proposta de solução oferecida pela própria multinacional de alimentos. As informações são do G1.

Essas diretrizes podem ser variadas e vão desde o compromisso de desinvestimentos da companhia até a venda ou suspensão de ativos ou de produção de marcas conhecidas.

É exatamente o que a Nestlé está fazendo no momento. Segundo a coluna de Lauro Jardim, a empresa negocia todas as marcas numa única transação, para evitar que só haja interesse pelas famosas.

Fonte: Notícias ao minuto