Reino Unido: Nestlé investe na reciclagem de flexíveis

Após debutar este ano como acionista na primeira planta mexicana de reciclagem química, a Nestlé volta a transitar, dessa vez na Inglaterra, pela seara da recuperação de flexíveis pós-consumo.

A gigante suíça de alimentos divulga o aporte de 7 milhões de libras como subsídio para o projeto concebido pela empresa Impact Recycling ganhar escala comercial, em ação intermediada pela agência estatal Innovation UK. O plano envolve uma unidade de 25.000 t/a com partida programada para 2024 no município de Durham.

Conforme divulgado no site The Manufacturer, o potencial da fábrica vai superar o quantidade regular de sucata de filmes multimaterial gerada no Reino Unido e República da Irlanda por embalagens da Nestlé como as dos chocolates KiKat.

O denominado processo BOSS criado e não detalhado pela Impact Recycling sobressai por promover a separação dos materiais pós-consumo por flutuarem ou afundarem quando as embalagens laminadas descartadas são imersas na água. Essa triagem, segundo noticiado, facilita a posterior reciclagem mecânica dos rejeitos, possibilitando seu segundo uso em aplicações fora do espectro do contato humano (chamariz da reciclagem química), como filmes para construção civil, plasticultura e sacos e sacolas.

Pesquisar
Veja também:
5 passos para melhorar a integração dos departamentos da empresa
IBGE: rendimentos de mulheres em 2023 é 20% menor que o dos homens
Nova Indústria Brasil é instrumento moderno e vai fomentar neoindustrial...
Oportunidade Única: PepsiCo Busca Talentos em Home Office