Nissin Foods já tem data para iniciar obras da fábrica em Ponta Grossa

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt, encaminhou para a Câmara Municipal a Mensagem 125/2023, com o Projeto de Lei que aprova o Protocolo de Intenções entre o Município e a empresa Nissin Foods do Brasil LTDA. A informação foi confirmada pela prefeita, na noite de segunda-feira (20), em reunião na ACIPG.

O documento, que detalha obrigações da prefeitura e compromissos da empresa, prevê o investimento de mais de R$ 1 bilhão (R$1.050.000.000,00) incluindo a aquisição de imóvel, e prioridade na contratação de trabalhadores residentes em Ponta Grossa (estima-se 550 empregos diretos).

Ainda segundo o documento, o início da construção da unidade da Nissin será em março de 2024. A obra deve terminar em março de 2026, com o início da operação e contratação dos trabalhadores.

Unidade da Nissin em PG

O terreno em questão terá cerca de 413.223 metros quadrados e, na construção e operação da fábrica, deve ser priorizada a aquisição de insumos locais. O documento não revela a localização exata da unidade da empresa.

Porém, documentos do Instituto Água e Terra (IAT) do Paraná, revelam que a Nissin Foods já pediu uma licença prévia para um terreno que fica às margens da PR-151, no Distrito Norte de Ponta Grossa.

Ainda segundo informações de bastidores obtidas pelo jornal Diário dos Campos e portal DCmais, o governador do Paraná, Ratinho Jr, deve visitar a cidade de Ponta Grossa no dia 5 de dezembro, para formalizar com a empresa a assinatura do Protocolo de Intenções.

Contrapartidas

O Projeto de Lei ainda revela que em contrapartida do investimento da Nissin, o Município deverá isentar a empresa de IPTU pelo prazo de 30 anos, além de conceder 100% de desconto em ISS por 10 anos, isentar de taxas administrativas referentes à instalação da indústria, entre outros benefícios.

O Projeto de Lei deverá ser analisado pelos vereadores nos próximos dias, em caráter prioritário, considerando que a vinda da Nissin é uma tratativa já antiga.
Negociações completam três anos

A indústria Nissin é uma gigante japonesa que produz marcas como Miojo e Cup Noodles. O anúncio de que a empresa se instalaria em Ponta Grossa foi feito ainda em dezembro de 2020, pelo então prefeito Marcelo Rangel, dias antes do término do seu mandato.

Na época do anúncio (dezembro/2020), executivos da Nissin apresentaram os planos do seu projeto para a cidade, que, naquele momento, incluíam um investimento inicial de R$ 350 milhões e 350 empregos diretos, mas com a intenção de expandir para mais de R$ 1 bilhão e mil vagas ao decorrer do tempo.

A intenção é de começar a produzir macarrões instantâneos das linhas de Miojo Lámen, Cup Noodles e Yakissoba para atender inicialmente a região Sul e as exportações.

Pesquisar
Veja também:
5 passos para melhorar a integração dos departamentos da empresa
IBGE: rendimentos de mulheres em 2023 é 20% menor que o dos homens
Nova Indústria Brasil é instrumento moderno e vai fomentar neoindustrial...
Oportunidade Única: PepsiCo Busca Talentos em Home Office