Nossos Releases

Comer bem ajuda a dormir bem!

Dormir pouco e mal pode trazer diversos efeitos negativos para a saúde. Os primeiros sinais são cansaço, sonolência, dificuldade para assimilar informações, falhas de memória e de raciocínio, entre outros. Em longo prazo, a falta de noites bem dormidas se transforma em estresse, potencializa o aumento de peso, dores de cabeça, entre outros sintomas. O que pouca gente sabe é que consumir todos os tipos de alimentos em quantidade adequada, sem abusos, é uma alternativa eficaz contra a insônia.

De acordo com Beatriz Botéquio, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), além de fatores hereditários, algumas condições externas podem afetar o sono e sua qualidade.

“Uma dieta balanceada e rica em grãos integrais, frutas frescas, vegetais, lácteos e fontes magras de proteína podem melhorar a qualidade do descanso”, afirma a especialista. Isto porque esta combinação de alimentos contém uma boa quantidade de triptofano, assim como vitaminas do complexo B – ambos necessários para a produção da serotonina, neurotransmissor responsável por regular o sono, humor, apetite e ainda ajudar a combater a enxaqueca – além dos minerais e carboidratos complexos e demais nutrientes.

Outra dica da nutricionista é o consumo de massas e pães, durante o jantar, ou biscoitos e chás nas ceias noturnas. De acordo com Beatriz, os carboidratos são de fácil digestão e dificilmente provocam desconforto gástrico e intestinal, o que pode contribuir para um sono tranquilo. Além disso, os chás de ervas são considerados ótimos indutores. “A infusão de ervas como a valeriana, capim-cidreira, hortelã, camomila e lúpulo são conhecidas por melhorarem a qualidade do sono. O ideal é que sejam adoçadas com mel, composto por carboidratos simples”, completa.

Como alerta, Beatriz Botéquio recomenda não consumir altos teores de gordura, como lanches de embutidos gordos, carnes gordas entre outros alimentos, pois, segundo ela, estes alimentos podem causar uma noite inquieta e sem qualidade de sono. Outra dica é evitar a ingestão de café, refrigerantes de cola ou outras bebidas que contenham cafeína, composto que diminui a sensação de sonolência.

_____________________________________

Informações para a imprensa:

TREE COMUNICAÇÃO

(11) 3093-3614 / 95456-6175

Kelly Viana – kelly.viana@tree.inf.br