Nossos Releases

Nutricionista dá dicas para alimentação saudável durante a terceira idade

Um dos principais fatores que colaboram para o objetivo de envelhecer com saúde é a boa nutrição. Do nascimento à fase adulta, a alimentação equilibrada é decisiva para determinar a qualidade de vida na terceira idade. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a população idosa apontam que o Brasil se tornará, em 2025, o país com a sexta maior população nessa faixa etária, com 31,8 milhões de idosos.

O processo de envelhecimento acarreta diversas alterações fisiológicas e metabólicas, como a redução da sensibilidade do paladar para gostos primários, como sal e doce - mudança que pode acontecer devido a medicamentos comumente utilizados nesta etapa da vida.  Deste modo, uma alimentação equilibrada, com alimentos macios, de fácil mastigação e com fontes de energia e proteína se torna essencial para esta fase da vida.

De acordo com Alessandra Godoy, consultora em nutrição da ABIMA – Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias e Pão & Bolo Industrializados, “os carboidratos são aliados poderosos de quem quer viver bem após os 60 anos”. Segundo o Ministério da Saúde, a recomendação é que este nutriente responda por 50 a 60% do total de calorias ingeridas ao dia. “Consumir carboidratos complexos e integrais tais como, macarrão, arroz e pão na versão integral colabora para o bom funcionamento do intestino e prevenção de algumas doenças”, explica a nutricionista. O gasto energético de repouso no decorrer do envelhecimento vai se tornando menor e, por consequência, a quantidade de calorias a serem consumidas também diminui. 

Alessandra exemplifica com algumas opções dos diferentes grupos de alimentos para uma dieta equilibrada durante a terceira idade:

CARBOIDRATOS- Fonte de energia, minerais e vitaminas importantes para os idosos. Alimentos principais deste grupo: macarrão, pão, arroz, batata e mandioca.

PROTEÍNAS- Fonte de energia, minerais e vitaminas importantes. Alimentos principais deste grupo: omelete, ovo, peixe, frango assado, frango desfiado, carnes magras (patinho, maminha, filé mignon).

VEGETAIS- Fonte de fibras, vitaminas, minerais e água. Alimentos principais deste grupo: cenoura cozida, beterraba cozida, folhas refogadas, berinjela no forno.

Vale destacar que, apesar de o macarrão ser conhecido como fonte de carboidratos, ele também tem uma importante quantidade de proteína. Em um prato de 150 g de espaguete à bolonhesa (com três colheres de sopa de carne moída) há 80% da recomendação de proteínas para a refeição. Acrescentando uma salada ou um vegetal na preparação temos uma refeição completa.

 

Informações para a imprensa:

TREE COMUNICAÇÃO

(11) 3093-3600/ 95456-6175

Kelly Viana – kelly.viana@tree.inf.br