Uma refeição, uma paixão

Massa é Bom para o Planeta

Bem-vindos a esta nova edição de A Verdade Sobre a Massa, o boletim informativo mensal da International Pasta Organization (Organização Internacional de Produtores de Massa). Todos os meses o boletim informativo apresentará um assunto novo e diferente - todos relacionados à Verdade Sobre a Massa. A verdade é que... a massa é saudável, sustentável, conveniente, deliciosa, acessível, não engorda, além de muitas outras qualidades. Lembre-se de procurar cada nova edição, com novos assuntos e informações.

Prova de que a Massa Faz Bem para o Planeta

A massa tem alimentado amigos e famílias durante séculos, mas a ciência demonstra que esse alimento saboroso e consistente também é bom para o planeta. Refeições deliciosas à base de massa saciam a fome de forma saborosa e completa, sem efeitos negativos ao meio-ambiente.

À medida que cada vez mais países (como o Brasil e os Estados Unidos) avançam no sentido de incorporar a sustentabilidade em suas orientações nutricionais, mais e mais pessoas estão percebendo os benefícios ambientais das refeições saudáveis à base de massa.

O cultivo de trigo para produção de massa não agride o planeta. Além disso, como a massa normalmente está disponível em estado seco, ela resiste à deterioração por longos períodos, sem a necessidade de aditivos ou conservantes, o que pode ajudar a reduzir o volume de alimentos despejados em aterros.

Os Especialistas Dizem...

A Expo Milano de 2015 é uma feira mundial (que ocorre entre maio e outubro de 2015, em Milão, na Itália), cujo tema para este ano é “Alimentando o Planeta: Energia para a vida”. A massa tem alimentado o planeta por séculos; assim, nada mais justo que o próximo World Pasta Day & Congress (Congresso e Dia Mundial da Massa) seja realizado durante a EXPO 2015, de 25 a 27 de outubro próximo. De fato, a massa pode ser uma das respostas ao desafio global de produção de alimentos.

De acordo com Jeremy Rifkin, economista, escritor e Embaixador da Expo Milano 2015, a maioria das pessoas não sabe que “mais de 40% de toda a área agrícola no mundo destina-se ao cultivo de ração animal. Isso significa uma tremenda perda de oportunidade para produzir alimentos para as pessoas.” Para ajudar a aliviar este problema, Rifkin explica que “precisamos retroceder na cadeia de alimentos”.

Em um relatório do United Nations Environmental Program (Programa Ambiental das Nações Unidas), os pesquisadores explicam que “produtos à base animal, tanto carne quanto laticínios, geralmente demandam mais recursos e causam maiores emissões do que as alternativas à base de vegetais”. A massa, um alimento vegetal com baixíssimo índice de processamento, está perfeitamente alinhada com a crescente necessidade de incorporar entradas à base de vegetais.

De fato, o índice de carbono gerado com a produção de massa é de apenas 1015 g CO2eq/kg – 15,5 oz CO2 eq/lb.

Por esta razão, refeições que contenham alimentos vegetais, tais como macarrão com molho de tomate, verduras e legumes, são uma introdução culinária perfeita para as dietas sustentáveis. Para aqueles que gostariam de ser um exemplo em termos de pegada ambiental, a massa é a base perfeita para transformar uma pequena quantidade de carne ou peixe em uma deliciosa e saciável refeição.

As mães dizem

As mães querem deixar para seus filhos um planeta em boas condições, de forma que as gerações futuras possam usufruir das generosidades do planeta. Felizmente a massa, que é amiga do planeta, também é o prato favorito das famílias. Meg Resnikoff, mãe de 3 filhos e cofundadora da What’s Up Moms, é “apaixonada por encontrar maneiras de tornar a vida das crianças mais fácil na cozinha”. É por isso que refeições saudáveis à base de massa são preparadas com frequência em sua casa.

“Sempre que pergunto a Avery e Brooks o que querem para o jantar, a resposta é sempre a mesma”, explica Resnikoff. Eles querem massa! Felizmente as mães sabem que o macarrão é o veículo perfeito para apresentar às crianças outros ingredientes saudáveis, como espinafre, tomate ou abacate.

Neste vídeo do What’s Up Moms, Meg Resnikoff compartilha um prato à base de massa de fácil preparo, do qual as crianças gostam e com um toque de consciência ambiental: um pouco da água do macarrão é reservada para o cozimento do molho, ao invés de ser escorrida e desperdiçada:
 


Reduzir o desperdício de alimentos (tal como reutilizar a água do cozimento) é uma maneira simples porém essencial para reduzir o impacto ambiental e promover a sustentabilidade.

Mães de diferentes famílias podem servir refeições rápidas à base de massa como a solução de jantar perfeita para os dias da semana em que estão mais ocupadas.

“Um pacote de macarrão, alguns tomates e manjericão fresco… e em 30 minutos você tem uma refeição deliciosa”.

Esta foi a declaração de amor pelas massas e pela dieta mediterrânea feita por Michelle Obama, mãe de duas crianças. Isso não só confirma a paixão da Primeira-Dama pelas massas mas também reforça a coerência entre esse alimento feito com trigo e água, e ingredientes simples e naturais que são sustentáveis e barato.

Michelle, que recentemente visitou a Expo Milano para falar sobre os resultados do “Let’s Move!”, campanha de combate à obesidade, foi imortalizada pela TIME com um prato de spaghetti (na capa da revista Cooking Light, dedicada à alimentação, saúde e bem-estar), na qual apresentou sua receita de massa ecológica: “uma panela com spaghetti, tomate e espinafre”. Esse método de cozimento é também usado por Martha Stewart, mãe e mulher de negócios bastante conhecida, e foi recentemente inovado pelo chef com uma estrela Michelin, Davide Scabin, na décima primeira edição da Identita Golose 2015.

As mães que buscam uma vida saudável irão gostar da receita de Rigatone in pressione do chef Scabin, na qual os ingredientes crus são cozidos na panela de pressão por 11 minutos sem óleo ou manteiga. Esse rigatone especial com molho amatriciana pode ajudá-lo a manter a forma (sem gorduras e com 1/8 do sal geralmente usado para cozinhar o macarrão) e também ajuda o meio ambiente, uma vez que reduz o consumo de energia e de água. Como apenas 18% da água normalmente utilizada para cozinhar o macarrão é usada nesta receita, o chef Scabin acredita que esse método poderia economizar 17 bilhões de litros de água na Itália, em um ano!

Continuando a Tradição

Durante séculos, antes de termos informações sobre pegadas de carbono e gases de efeito estufa, a massa era a base das refeições em todo o mundo. Hoje, conforme os cientistas avaliam a viabilidade no longo prazo de nosso sistema alimentar, podemos perceber que nossos ancestrais sabiam de alguma coisa.

A massa era uma rede de segurança essencial durante as épocas de baixa colheita e períodos menos prósperos, mas também pode ajudar na proteção contra os desafios da alimentação moderna. Hoje, aproximadamente um terço dos alimentos vai parar nos aterros, sendo que grande parte deles se estraga antes mesmo de chegar à nossa mesa. A massa seca tradicional permanece fresca naturalmente, sem necessidade de conservantes ou aditivos, ajudando assim a reduzir a geração de resíduos e o desperdício.

O United Nations Environmental Program observa que, “como o consumo total de alimentos e a ingestão de calorias de origem animal aumentam com a renda, a nutrição dos países ricos tende a causar maiores impactos ambientais do que nos países pobres”. Vamos manter a tradição de muitas comunidades com recursos limitados e colocar mais refeições energéticas e saudáveis à base de massas em nossa mesa.

 

Vídeo do Mês

O macarrão cozido é a base perfeita para qualquer prato e o acompanhamento perfeito de quaisquer sobras do dia anterior...
 
Mas a água do macarrão também é um ingrediente de cozinha versátil. Acrescentar um pouco da água de cozimento do macarrão em seu molho ajuda na consistência do molho, facilitando a sua aderência na massa. Regar seu jardim com o restante da água do macarrão também pode ajudar as plantas a liberar nutrientes no solo, contribuindo para um planeta mais saudável.
 
Este vídeo destaca maneiras de incorporar a água que sobra do cozimento de massa nas receitas, reduzindo o desperdício de alimentos e incentivando práticas sustentáveis de preparo de alimentos:

Receita do Mês

Macarrão Prático

Ingredientes:
340 gramas de linguine
Aproximadamente 2 ¼ xícaras (340 g) de tomatinho cereja ou grape
1 cebola cortada em fatias finas
4 dentes de alho cortados em fatias bem finas
2 ramos inteiros de manjericão fresco
½ colher de chá de flocos de pimenta vermelha
¼ colher de chá de pimenta do reino moída na hora
1¼ colher de chá de sal
2 a 4 colheres (25-50 ml) de azeite
4 ¼ xícaras (1 litro) de água
Preparo:

  1. Coloque todos os ingredientes em uma panela grande.
  2. Cozinhe em fogo alto por 9 minutos.
  3. Misture todos os ingredientes com um pegador de macarrão e sirva.

Rendimento: 4 porções.

Informações Nutricionais
Por porção: Calorias: 440, Gordura Total: 12 g, Gordura Saturada: 2 g, Sódio: 740 mg, Carboidrato: 68 g, Fibras: 4 g, Proteínas: 12 g

Receita adaptada de Martha Stewart.